Livro de Horas de Carlos VIII

Biblioteca Nacional, Madrid




Cota: Ms. Vit. 24-1
Fecha: c. 1494
Formato: 248 x 169 mm
232 páginas, 44 miniaturas e centenas de orlas marginais pintadas
Encadernação de pele castanha gravada a ouro
Volume de estudos (432 pp.), por Ana Domínguez (Universidad Complutense de Madrid)
«Primeira edição, única e irrepetível, limitada a 987 exemplares, numerados e autenticados com um certificado notarial»
ISBN: 978-84-88526-08-3

Livro de Horas de Carlos VIII Biblioteca Nacional, Madrid Biblioteca Nacional, Madrid

Cota: Ms. Vit. 24-1
Fecha: c. 1494
Formato: 248 x 169 mm
232 páginas, 44 miniaturas e centenas de orlas marginais pintadas
Encadernação de pele castanha gravada a ouro
Volume de estudos (432 pp.), por Ana Domínguez (Universidad Complutense de Madrid)
«Primeira edição, única e irrepetível, limitada a 987 exemplares, numerados e autenticados com um certificado notarial»
ISBN: 978-84-88526-08-3


Iluminuras
Livro de Horas de Carlos VIII
Biblioteca Nacional, Madrid



Descrição

Livro de Horas de Carlos VIII Biblioteca Nacional, Madrid


O Livro de Horas de Carlos VIII começa com o calendário (f. 1 a 6v.) e prossegue com os ofícios escritos em latim com letra francesa (f. 7 a 112) e numeração a tinta. A decoração do códice é abundantíssima. Mais de duzentas orlas marginais, nas que sobre um fundo de ouro se enroscam palmas, frutas e flores. Nas margens há até 190 pequenas miniaturas intercaladas com motivos do Antigo e do Novo Testamento, a vida da Virgem e, algumas vezes, cenas bélicas.

O tema das miniaturas de meia página costuma ser a representação de um santo, São Cristóvão, São Pedro e São Paulo, etc. A Trindade (f. 102), o triunfo da vida (f. 110) e a dança da morte (f.111) são uma excepção. As miniaturas de página inteira representam momentos da vida da Sagrada Família, da Paixão, cenas do Novo Testamento.

O principal e quase único miniaturista do Livro de Horas de Carlos VIII é o Mestre de Jacques de Besançon. A única excepção seria a cabeça do rei retratado no f. 13v., que posteriormente foi manipulada: trata-se do retrato de Luís XII, apesar da figura de Carlos Magno e a legenda fazerem referência inequívoca a Carlos VIII.

É o livro de horas mais espectacular da Biblioteca Nacional e está catalogado como TESOURO DE ESPANHA.



We use private and third party cookies to improve our services by analyzing your browsing habits. If you continue to browse, we consider that you accept its use. Learn more x