Mujeres. Mitologías

Erich Lessing e Philippe Sollers

Hino à mulher inspiradora da arte e medida das civilizações. Pela sua excepcional riqueza iconográfica, a obra Mujeres. Mitologías compõe uma sinfonia na qual se modulam e apreciam as múltiplas visões de uma fascinação única: a mulher.
A obra começa com um jarrão antropomórfico do quinto milénio antes da nossa era e finaliza com o Jarrão Mulher de Picasso. Das paleolíticas «Vénus» de Willendorf, Brassempouy e Laussel até aos esplêndidos nus de Renoir, Manet, Bonnard e Modigliani, os movimentos deste livro dão vida a uma longa procissão das primeiras deusas: Ishtar terrível, Isis feiticeira, Hathor fecunda e Sekhmet enfurecida, de quem a Artemisa e Vénus são as radiantes primas afastadas.
A partir da Idade Média a figura da mulher encontra uma representação ambígua: santas e mártires, bruxas e fadas, Judites, Salomés, senhoras, matronas, Madalenas e Madonas… “Eva, Maria, Vénus”, trindade angélica e diabólica, espelho da fascinação dos homens onde se mistura o horror do pecado, secretas concupiscências e a sublimação sagrada do culto mariano. Os textos inscrevem as representações da mulher dentro da realidade histórica da condição feminina. Esta obra dá passo a uma pinacoteca sem fim que constitui um fascinante percurso através do tempo.

Mujeres. Mitologías Erich Lessing e Philippe Sollers



Hino à mulher inspiradora da arte e medida das civilizações. Pela sua excepcional riqueza iconográfica, a obra Mujeres. Mitologías compõe uma sinfonia na qual se modulam e apreciam as múltiplas visões de uma fascinação única: a mulher.
A obra começa com um jarrão antropomórfico do quinto milénio antes da nossa era e finaliza com o Jarrão Mulher de Picasso. Das paleolíticas «Vénus» de Willendorf, Brassempouy e Laussel até aos esplêndidos nus de Renoir, Manet, Bonnard e Modigliani, os movimentos deste livro dão vida a uma longa procissão das primeiras deusas: Ishtar terrível, Isis feiticeira, Hathor fecunda e Sekhmet enfurecida, de quem a Artemisa e Vénus são as radiantes primas afastadas.
A partir da Idade Média a figura da mulher encontra uma representação ambígua: santas e mártires, bruxas e fadas, Judites, Salomés, senhoras, matronas, Madalenas e Madonas… “Eva, Maria, Vénus”, trindade angélica e diabólica, espelho da fascinação dos homens onde se mistura o horror do pecado, secretas concupiscências e a sublimação sagrada do culto mariano. Os textos inscrevem as representações da mulher dentro da realidade histórica da condição feminina. Esta obra dá passo a uma pinacoteca sem fim que constitui um fascinante percurso através do tempo.


Compartir

Mujeres. Mitologías

Erich Lessing e Philippe Sollers


50 € Em stock.
Disponibilidade: Español

Avaliações

4.73 (11 comentários no total) 5 1 (11)
mostrar/ocultar

Ver mais comentários ()

Mais informação

mostrar/ocultar

Hino à mulher inspiradora da arte e medida das civilizações. Pela sua excepcional riqueza iconográfica, a obra Mujeres. Mitologías compõe uma sinfonia na qual se modulam e apreciam as múltiplas visões de uma fascinação única: a mulher.
A obra começa com um jarrão antropomórfico do quinto milénio antes da nossa era e finaliza com o Jarrão Mulher de Picasso. Das paleolíticas «Vénus» de Willendorf, Brassempouy e Laussel até aos esplêndidos nus de Renoir, Manet, Bonnard e Modigliani, os movimentos deste livro dão vida a uma longa procissão das primeiras deusas: Ishtar terrível, Isis feiticeira, Hathor fecunda e Sekhmet enfurecida, de quem a Artemisa e Vénus são as radiantes primas afastadas.
A partir da Idade Média a figura da mulher encontra uma representação ambígua: santas e mártires, bruxas e fadas, Judites, Salomés, senhoras, matronas, Madalenas e Madonas… “Eva, Maria, Vénus”, trindade angélica e diabólica, espelho da fascinação dos homens onde se mistura o horror do pecado, secretas concupiscências e a sublimação sagrada do culto mariano. Os textos inscrevem as representações da mulher dentro da realidade histórica da condição feminina. Esta obra dá passo a uma pinacoteca sem fim que constitui um fascinante percurso através do tempo.

Características

mostrar/ocultar

Formato: 245 x 330 mm
Páginas: 416
Ilustrações: 261
Língua: espanhol
ISBN: 978-84-88526-10-6


CONTENIDO:

Mujeres y mujeres. - Philippe Sollers

Mitos anteriores a la historia. - Jean-Paul Demoule

La mirada de Astarté. - Jean-Louis Huot

Mujeres de Mesopotamia. - Jean-Marie Durand

Figuras femeninas en el valle del Nilo. - Pascal Vernus

Metamorfosis de la Gracia. - Alain Pasquier

Eva, María, Venus. - Michel Pastoureau

A través del espejo. - Anne-Marie Christin

Preferências de cookies

Utilizamos os nossos próprios cookies e de terceiros para melhorar os nossos serviços, analisando os seus hábitos de navegação. Para mais informações, pode ler nossa política de cookies. Pode aceitar todos os cookies clicando no botão Aceitar ou configurar ou rejeitar a sua utilização, clicando AQUI.