Livro de Horas de Luís de Orleans

Biblioteca Nacional de Rússia, St. Petersburgo




Cota: Lat. Q.v.I.126
Data: 1490
Tamanho: ± 215 x 147 mm
232 páginas, 90 miniaturas com rica ornamentação marginal
Encadernação de veludo roxo
Estojo em pele
Volume de estudos a cores (320 pp.) por Ana Domínguez Rodríguez (Universidad Complutense of Madrid) and Carlos Miranda García (Doctor in History)
«Primeira edição, única e irrepetível, limitada a 987 exemplares, numerados e autenticados com um certificado notarial»
ISBN: 978-84-88526-74-8

Livro de Horas de Luís de Orleans Biblioteca Nacional de Rússia, St. Petersburgo Biblioteca Nacional de Rússia, St. Petersburgo

Cota: Lat. Q.v.I.126
Data: 1490
Tamanho: ± 215 x 147 mm
232 páginas, 90 miniaturas com rica ornamentação marginal
Encadernação de veludo roxo
Estojo em pele
Volume de estudos a cores (320 pp.) por Ana Domínguez Rodríguez (Universidad Complutense of Madrid) and Carlos Miranda García (Doctor in History)
«Primeira edição, única e irrepetível, limitada a 987 exemplares, numerados e autenticados com um certificado notarial»
ISBN: 978-84-88526-74-8





Livro de estudo

Livro de Horas de Luís de Orleans Biblioteca Nacional de Rússia, St. Petersburgo


Formato: 248 x 326 mm
Páginas: 318
Ilustrações: 289
Língua: espanhol ou inglês
ISBN: 978-84-88526-73-1

CONTEÚDO:

From the editor to the reader

The Book of Hours of Louis of Orléans
Ana Domínguez Rodríguez (Universidad Complutense of Madrid)

The miniatures in the Book of Hours of Louis of Orléans
Carlos Miranda García (Doctor in History)

Bibliography






Descrição

Livro de Horas de Luís de Orleans Biblioteca Nacional de Rússia, St. Petersburgo


Neste extraordinário livro de horas encontramos um calendário do tipo agostiniano que faz menção ao ano da sua realização, 1490. Também contém as horas da Virgem, os salmos de penitência, a ladainha, o ofício dos mortos, as horas da Cruz, as horas do Espírito Santo, as horas da Trindade, orações, leituras dos Evangelhos e os Sete Pedidos ao Salvador. A referência a São Luís, o autógrafo de Luís de Orleans, futuro rei Luís XII e o retrato do fólio 11v indicam que o manuscrito lhe pertenceu e seguramente foi encomendado por ele.

As iluminuras deste pequeno manuscrito, obra de Jean Colombe e do seu estúdio, é realmente excepcional tanto pelo seu elaborado conceito ilustrativo, muito rico e variado, algo que raras vezes se encontra nos livros de horas, como pelas sumptuosas margens florais. Estas muitas vezes estão divididas em secções com grotescos pássaros, animais e vários lemas. O artista possui uma imaginação realmente desinibida e, com uma técnica virtuosa e um domínio total da harmonia da composição logra uma obra mestra.



We use private and third party cookies to improve our services by analyzing your browsing habits. If you continue to browse, we consider that you accept its use. Learn more x