Saltério Glosado

Saltério Glosado f. 5v, salmo 1  Bendito o homem que não seguiu o conselho dos ímpios

Voltar

f. 5v, salmo 1  Bendito o homem que não seguiu o conselho dos ímpios

A ilustração mostra a senda do justo, que é premiado e a do mau, que é castigado. Sob um arco trifólio, Jesus Cristo aparece sentado entre dois anjos que mostram o livro da Lei, enquanto o indicam com uma pluma para assim instruir “o homem que não seguiu o conselho dos ímpios” (v. 2, Sed in lege Domini voluntas eius // Mas a sua vontade está na Lei do Senhor). Acima, no centro, debaixo das personificações do Sol e da Lua, Jesus Cristo aponta para o livro da Lei (v. 2, in lege eius meditabitur die ac nocte // sobre a Lei meditará noite e dia), enquanto puxa a túnica do homem para o apartar da senda dos maus. À direita está representado aquilo que o homem deverá evitar, o caminho dos pecadores e o assento pestilento  (v. 1, Beatus vir qui non abiit in consilio impiorum et in via peccatorum non stetit et in cathedra pestilentie non sedit // Bendito é o homem que não seguiu o conselho dos ímpios, nem vai pela senda dos pecadores e nem se senta no assento pestilento). O assento pestilento está representado por uma personagem de aspecto régio que segura uma espada, enquanto se senta num trono, atrás do qual há um demónio a aconselhá-lo. Um grupo de homens perante o soberano oferece-lhe presentes. Na metade inferior desta ilustração, está representado o deus de um rio com uma vasilha da qual emana um jorro de água junto a uma árvore de fruta (v. 3, Et erit tanquam lignum quod plantatum est secus decursus aquarum quod fructum suum dabit in tempore suo // Será como uma árvore plantada junto das correntes de água que dá fruto a seu tempo). No centro, uma cabeça de grandes dimensões sopra pó no ar, simbolizando a expulsão dos ímpios (v. 4, Non sic impii: non sic, sed tanquam pulvis quem proicit ventus a facie terre // Pelo contrário, os ímpios, como o pó que é levado pelo vento da face da terra). À direita, um grupo de impíos está a ser arrastado por demónios até as gargantas flamejantes do inferno (v. 6, et iter impiorum peribit // a senda dos ímpios perder-se-á) e, três homens nus precipitam-se para baixo (v. 5, non resurgunt impii in iudicio // os ímpios não comparecerão no dia do juízo).

We use private and third party cookies to improve our services by analyzing your browsing habits. If you continue to browse, we consider that you accept its use. Learn more x