Grandes Horas de Ana da Bretanha

Grandes Horas de Ana da Bretanha São Lucas apresentando o retrato da Virgem, f. 19v

Voltar

São Lucas apresentando o retrato da Virgem, f. 19v

O evangelista que melhor deu a conhecer a Virgem Maria, foi representado mostrando um retrato da Mãe de Deus. De facto, já desde uma data posterior ao ano de 600, acreditava-se que este evangelista era também pintor; a tradição assegura inclusive que pintou um retrato da Virgem e este é o momento que Gérard Horenbout escolheu para representar o evangelista no Livro de horas de Joana I de Castela (f. 12v).
À sua direita aparece o touro, o seu animal emblemático.  
A decoração de arquitectura, ao estilo italiano, deriva, nas Grandes Horas de Ana de Bretanha, da scaena frons romana, motivo utilizado nos retratos do autor para aumentar o esplendor decorativo da pintura e a importância da personagem.
 

We use private and third party cookies to improve our services by analyzing your browsing habits. If you continue to browse, we consider that you accept its use. Learn more x