Dioscórides de Cibo e Mattioli

The British Library, Londres




Neste códice extraordinário, Gherardo Cibo (1512-1600), um brilhante artista e botânico, recolhe uma seleção de textos botânicos e médicos retirados dos Discorsi, pelo famoso médico sienense Pietro Andrea Mattioli (1501-1577), ilustrando-os com mais de 160 fascinantes miniaturas de plantas e paisagens consideradas dentre as mais belas do Renascimento.

Nos seus Discorsi, Mattioli traduziu para o italiano o De Materia Medica de Dioscorides (século I d.C.), adicionando extensos comentários da sua experiência direta e da tradição médica, tanto culta como popular. O trabalho tornou-se um recurso muito útil para médicos e ervanários que não conheciam as línguas clássicas.

Gherardo Cibo era um grande leitor e admirador da obra de Mattioli: copiava passagens inteiras com a sua caligrafia clara, contribuindo com as suas próprias observações, histórias e lendas, mas sobretudo ilustrando-as com imagens botânicas realistas e refinadas. Nas suas esplêndidas miniaturas, podemos apreciar as diversas espécies de plantas destacadas em primeiro plano, em paisagens coloridas e vívidas que retratam o seu habitat natural. 

O manuscrito de Gherardo Cibo é uma reformulação incomum da obra impressa de Mattioli, que deslumbra pela beleza das suas miniaturas. É uma contribuição artística de grande originalidade, tanto para a incipiente ciência moderna quanto para a história da ilustração botânica e paisagística.
Helleborus, Dioscórides de Cibo e Mattioli, The British Library, Add. Ms. 22332, c. 1564-1584

Neste códice extraordinário, Gherardo Cibo (1512-1600), um brilhante artista e botânico, recolhe uma seleção de textos botânicos e médicos retirados dos Discorsi, pelo famoso médico sienense Pietro Andrea Mattioli (1501-1577), ilustrando-os com mais de 160 fascinantes miniaturas de plantas e paisagens consideradas dentre as mais belas do Renascimento.

Nos seus Discorsi, Mattioli traduziu para o italiano o De Materia Medica de Dioscorides (século I d.C.), adicionando extensos comentários da sua experiência direta e da tradição médica, tanto culta como popular. O trabalho tornou-se um recurso muito útil para médicos e ervanários que não conheciam as línguas clássicas.

Gherardo Cibo era um grande leitor e admirador da obra de Mattioli: copiava passagens inteiras com a sua caligrafia clara, contribuindo com as suas próprias observações, histórias e lendas, mas sobretudo ilustrando-as com imagens botânicas realistas e refinadas. Nas suas esplêndidas miniaturas, podemos apreciar as diversas espécies de plantas destacadas em primeiro plano, em paisagens coloridas e vívidas que retratam o seu habitat natural. 

O manuscrito de Gherardo Cibo é uma reformulação incomum da obra impressa de Mattioli, que deslumbra pela beleza das suas miniaturas. É uma contribuição artística de grande originalidade, tanto para a incipiente ciência moderna quanto para a história da ilustração botânica e paisagística.



Descrição

Dioscórides de Cibo e Mattioli The British Library, Londres


✵ Assinatura: Add. Ms. 22332
✵ Data: c. 1564-1584
✵ Tamanho: 265 x 195 mm
✵ 370 páginas, 168 miniaturas de página inteira.
✵ Encadernação em pele preta estampada em ouro
✵ Volume de estudos a cores, a cargo de especialistas com reconhecido prestígio internacional

Primeira edição, única e irrepetível, numerada e limitada a 987 exemplares certificados e 
autenticados notarialmente


We use private and third party cookies to improve our services by analyzing your browsing habits. If you continue to browse, we consider that you accept its use. Learn more x